fbpx

Drywall para criação e divisão de ambientes de casas

Quem já teve que fazer modificações internas de sua residência, sabe o incômodo de fazer uma alteração em ambientes de alvenaria. Para criação e divisão de ambientes surge o drywall como uma alternativa segura e de fácil aplicação.

De onde surgiu o drywall :

 

Drywall é uma expressão em inglês que, pode ser traduzida para o português como “parede seca”.

O drywall surgiu em 1898 nos Estados Unidos criado por Augustine Sackett, chegando no Brasil em 1970, e revolucionou a construção civil por ser um sistema simples. A primeira versão consistia em quatro camadas de gesso molhado dentro de quatro folhas de papel, lã e camurça. As duas guerras mundiais causaram uma escassez de mão de obra na construção civil, fator determinante para impulsionar o drywall como uma opção rápida e econômica comparada com as técnicas existentes até então.

A placa de drywall é composta pela união de gesso natural e duas lâminas de cartão duplex. O gesso é responsável por oferecer resistência à compressão e o cartão resistência à tração.

Como o drywall não precisa do uso de materiais como cimento, argamassa e concreto, na prática a utilização desse tipo de vedação permite a execução da obra de forma mais limpa, rápida e sustentável. Outra vantagem do drywall em relação a alvenaria é o seu baixo peso próprio.

A praticidade e a pouca geração de sujeira são fatores importantes na escolha do método construtivo para reformas, pois trazem rapidez aliada a um excelente acabamento final.
A flexibilidade é vista em um ambiente como uma sala de estar e jantar integrados, com o drywall se torna fácil a separação, pois em questão de horas você tem uma parede pronta e com as mesmas características estéticas de uma de alvenaria comum, eliminando a famosa quebradeira.
Esse sistema é bastante utilizado em vedação vertical interna, quando se deseja realizar divisões de ambientes de maneira rápida e limpa. Por ser facilmente montado e desmontado, é bastante utilizado em conjuntos comerciais, onde existe constante mudança no layout de divisão de ambientes.

Colocação de placas em Drywall

Os 3 tipos de Drywall

O sistema drywall é formado por estruturas de perfis de aço galvanizado, lãs minerais que dão um melhor isolamento acústico e térmico, e placa de gesso acartonado, que fazem o papel de revestimento do sistema. As chapas utilizadas nesses sistemas podem ser classificadas de três formas diferentes: as placas brancas, conhecida como standard (ST), as placas verdes resistentes à umidade (RU), e as placas rosas, resistentes ao fogo (RF).

  1. – Placa de drywall branca (ST): é indicada para uso geral em áreas secas, recomendadas para divisão de espaços como salas comerciais ou residenciais.
  2. – Placa de drywall verde (RU): possui hidrofugante em sua composição e por isso é indicada para aplicação em áreas que recebem umidade, como cozinhas e banheiros.
  3. – Placa de drywall rosa (RF): possui fibras de vidro em sua composição e por isso são mais resistentes ao calor e ao fogo, sendo indicada em ambientes com risco de incêndio, como por exemplo uma vedação vertical próxima a churrasqueira.
Tipos de placa de drywall

As possibilidades da utilização do drywall são das mais variadas possíveis, tais como:

  • Divisórias de ambiente;
  • Forros estruturados;
  • Decoração de ambientes;
  • Efeitos estéticos;
  • Construção de casas em light steel framing ou light wood framing;

O sistema de construção a seco, é constituído por uma parede criada com uma estrutura de aço galvanizado onde são fixadas placas de gesso acartonado. O vão que fica no interior da parede pode servir como passagem dos canos de elétrica ou hidrosanitária.

As 8  principais vantagens da utilização do drywall, são:

  1. Isolamento térmico;
  2. Isolamento acústico com a colocação de lã de vidro ou de rocha;
  3. Manutenção pratica;
  4. Baixa quantidade de resíduos na obra;
  5. Rápida instalação;
  6. Ganho de espaço em relação a parede de alvenaria comum, entorno de 5% nos ambientes;
  7. Flexibilidade construtiva;
  8. Sistema aprovado por norma da ABNT.

Devemos ter 3 principais cuidados com o Dwywall:

  1. Fixação de armários com peso superior a 10 kg deverá ser feito com reforço estrutural nos perfis metálicos;
  2. Não utilizar em locais muito molhados, parte externa onde há incidência de chuva, banheiros, lavanderias;
  3. Contratar um profissional qualificado é a segurança de um bom serviço, por isso visite os sites dos maiores fabricantes para ter a indicação das empresas parceiras.

O surgimento de novas tecnologias auxiliam em construções mais seguras e que trazem mais benefícios aos indivíduos. Esse é o objetivo do drywall trazer a você o melhor resultado com grande rapidez.

Fonte Imagens:
www.mapadaobra.com.br/negocios/drywall-vantagens-e-desvantagens/
www.isover.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *